17 agosto 2014

Amor? Eu não quero mais brincar disso não!



Isolar os sentimentos
Sim, isolamos nossos sentimentos por proteção. Especificamente a paixão. Aqueles que já sofreram com relacionamentos, idas e vindas acabam se amedrontando em frente a uma nova oportunidade de paixão. 

Amor? Eu não quero mais brincar disso não! Esta seria a frase se pudesse resumir. Existe uma receita do suposto "fracasso emocional":
  1. Você já esta abalado de outro relacionamento passado.
  2. Ai cai na besteira de pensar: "Porque não investir em algum novo?"
  3. Investe suas fichas e forças aqui.
  4. Yay! Encontra alguém que combina com você absurdamente. E você pensa: "Destino, escondendo ela de mim todo esse tempo -.-"
  5. *Insira seu nível de paixão aqui*
  6. Começa a sair, e percebe que nem tudo aquilo que você "combinava" era real.
  7. Decepção
  8. Investe mais um pouco, afinal quem está apaixonado fica burro que nem uma porta.
  9. Não da certo
  10. Recomeça.
Isso que eu nem cheguei na fase do namoro! hhaha.
Se bem que o namoro pra mim é relativamente tranquilo, o problema é esses estágios iniciais para conhecer a pessoa.

Mas é fato, estes estágios iniciais são a melhor etapa do relacionamento, nada melhor que o frio na barriga de será que eu ligo? Será que não ligo? Hoje em dia: "Mando um whats agora ou espero?"

Tem pessoas que lidam com isso com a maior naturalidade e facilidade do mundo. Invejo, pois é complicado, pelo menos pra mim é. Os sentimentos de esperança que se cria é proporcional a queda que vem a seguir.

O segredo é não criar muitas expectativas! Ah é? Diz isso para um tolo apaixonado para tu ver, como ele irá seguir o conselho. Lembra do lance da porta? Pois é, se encaixa bem aqui.

#comofaz? 
Enfim, isto faz para de ser humano não é?
Então segue o fluxo e que venham paixões boas ou não...




Um comentário:

Marcela Muttoni disse...

Baita texto - pelc plec (aplausos) :)